Sejam Bem Vindos

Espero de verdade vir a contribuir com as expectativas de vcs.
A ideia é falar de tudo um pouco,sabe aquele lugar que vc entra pra relaxar e sai sentindo-se bem, com outras perspectivas para sua vida?
Então, esta é a intenção!
Como uma Revista Virtual, que vc não quer parar de ler até chegar ao final!
Escrever é uma paixão antiga minha que acredito no êxito, desde o momento que caia no gosto de vcs!
Abração e Beijuxxx , Até mais....


Simplesmente Danielle .

Siga-me No Twitter

domingo, 14 de julho de 2013

LIVRO MEMÓRIAS DE UMA GUEIXA

O livro atende a todas as expectativa que cria, logo em sua sinopse ele já nos da uma deslumbre do que vamos encontrar em nossa frente.
Imagem
“É um romance fascinante, para ser lido de várias maneiras: como um mergulho na tradicional cultura japonesa, ou um romance sobre a sexualidade, e ainda, como uma descrição minuciosa da alma de uma mulher já apresentada por um homem”.
O livro nos joga de paraquedas em um mundo fantástico, cheio de glamour e ao mesmo tempo privações, conta a história da pequena Chyo, nascida em uma aldeia de pescadores que é vendida juntamente com Satsu sua irmã mais velha, Chyo é mandada para uma okia para receber o treinamento como gueixa enquanto Satsu acaba virando uma prostituta.
A menina de uma beleza exótica(olhos em uma cinza azulado), logo percebe que sua vida não irá ser fácil, sendo alvo de intrigas de Hatsunomo, uma Gueixa com um “gênio do cão”, e que por “sustentar” a Okia é tratada como uma Deusa e se aproveita disso, a menina acaba comento seu pior erro, tenta fugir o que acaba tirando suas chances de se tornar uma gueixa, pois é considerada um mal investimento e se torna uma empregada, até que sua sorte muda totalmente ao conhecer o Presidente.
Espero que esse breve relato desperte o interesse para ler esse livro, eu o achei simplesmente fascinante, e com uma riqueza de detalhes incrível, recomendo também o filme, apesar de algumas mudanças na história ele não se perde, fora que os figurinos e a fotografia do filme são belíssimos. Recomendo assisti-lo antes de ler o livro.
Imagem
O filme foi lançado em 2005, com direção de  Rob Marshall, e é estrelado por Zhang Ziyi(Chiyo Sakamoto/Sayuri), Ken Watanabe (presidente Iwamura Ken)e Michelle Yeoh (Mameha), uma curiosidade do filme é que apesar de representar gueixas (japonesas) as três principais atrizes são de origem chinesa, o que resultou em muitas criticas, contudo de acordo com o produtor Lucy Fisher, nos testes para a escolha do elenco nenhuma atriz japonesa compareceu, e portanto tiveram que utilizar atrizes de outras origens asiáticas.


O filme recebeu várias indicações e prêmios importantes, no Oscar de 2006, venceu nas categorias de melhor direção de arte, melhor fotografia e melhor figurino, além de ter sido indicado nas categorias de melhor trilha sonora, melhor som e melhor edição de som. No BAFTA (2006), venceu nas categorias de melhor figurino, melhor fotografia e melhor trilha sonora, e recebeu indicação nas categorias de melhor atriz (Zhang Ziyi), melhor desenho de produção e melhor maquiagem. No Globo de Ouro (2006) venceu na categoria de melhor trilha sonora, e foi Indicado na categoria de melhor atriz – drama (Zhang Ziyi).

FONTE:http://daraiaaraiz.wordpress.com

NÃO SEI COMO ELA CONSEGUE

Eu simplesmente amo este filme, acho-o maravilhoso e me identifico muito com Kate!
Ela é uma mulher linda, que se divide entre o lar,o marido, os filhos e a sua profissão e desempenha muito bem todos estes papéis,se vc ainda não assistiu este filme, não perca tempo,ele é maravilhoso.
E como eu já assisti a este filme umas 3 vezes fuçando a internet,resolvi escrever algumas coisas que podemos copiar da Kate.



CARREIRA

5 lições do filme ‘Não sei Como ela Consegue’

Quem é que consegue ser a esposa perfeita, cuidar dos filhos e participar de todas as suas atividades dentro e fora da escola, deixar a casa impecável e ainda bombar no trabalho? No filme Não sei Como ela Consegue (2011), Kate Reddy (Sarah Jessica Parker) é uma executiva lotada de trabalho. Com dois filhos  pequenos e um marido que a ajuda muito, ela vive se desdobrando em mil.
A rotina de Kate é cheia de viagens à trabalho, compromissos familiares e tarefas domésticas. Mesmo sendo toda atrapalhada e perdendo alguns momentos familiares ela faz o possível para ser boa mãe e ficar perto de seus filhos quando tem uma folga.

A história de Kate soa parecida para você? Pois é, muitas mulheres têm a mesma rotina e são verdadeiras malabaristas no dia a dia. Ao longo da semana programam mentalmente os afazeres para que tudo saia dentro do esperado por elas e sua família.
A agitação de quem tem uma agenda cheia pode ser o desafio de uma vida inteira. Talvez seja esse o toque especial que precisamos para manter a motivação e conseguir fazer todas as tarefas com maestria diariamente. Nesse turbilhão de tarefas, responsabilidades e metas aprendemos bastante coisa.
No caso de Kate Reddy, personagem do filme Não sei como ela consegue, ela teve que levar um choque de realidade para perceber certas coisas que estava na ponta do seu nariz. Veja quais são:
Faça listas: Com tantos compromissos, tarefas e datas fica fácil esquecer de alguns detalhes. Tenha uma lista de afazer em mãos para não falhar ou perder algum compromisso.
O toque de alerta acontece quando a sua rotina profissional está tão atrapalhada que você se perde. Para que tudo saia dentro do planejado, o ideal é se programar com duas semanas de antecedência (se houver essa possibilidade, é claro!).
Semanalmente faça uma lista com todas as tarefas para aqueles dias. Distribua as tarefas nos dias destinado e, se possível, no seu horário de trabalho. Conforme completar uma tarefa, risque e passe para a próxima. Tente fazer tudo no mesmo dia e no horário destinado. Apenas troque ou desmarque em situações de extrema necessidade.Agradeça tudo: Basta ter uma oportunidade que Kate sai agradecendo. E não é só uma vez… as vezes são duas, três ou mais de quatro.
Por mais que seja engraçado, agradeça! Se sentir a necessidade não precisa falar em alto e bom som. Pense e mentalize o agradecimento. Dessa forma você está valorizando suas conquistas e as oportunidades. É uma boa forma de se manter motivada.Mantenha o profissionalismo:Independente do lugar que trabalha – formal ou informal – mantenha a postura. Isso não significa ser agressiva como um homem. Dá para ser feminina e manter o distanciamento e a imagem de uma profissional qualificada.
Brincar e ser descontraída pode ser uma boa qualidade no happy hour. No entanto, durante o horário comercial é necessário manter o respeito dentro do ambiente de trabalho. Seja valorizada por cumprir metas e ter um bom desempenho, não por ser divertida.
Muitas vezes a simpatia é confundida com sentimentos amorosos. Por isso é bom evitar e manter o distanciamento. Não tenha medo e, caso passe por uma saia justa, seja firme. Diga que está lá para trabalhar e volte rapidamente para o assunto profissional.Diga não: Antes de usar a palavra sim, você precisa estar consciente da sua decisão. É como o ditado popular diz: “Cada escolha, uma renúncia”. Em determinadas situações aquela tarefa requer mais tempo disponível. Você está pronta para isso?
Mas antes de recusar ou negociar um prazo você precisa de argumentos favoráveis para conseguir o que quer. Se fizer um bom trabalho, fique tranquila que seu desempenho vai ser reconhecido.
Valorize a família: O crescimento dos filhos e uma nova fase num relacionamento são etapas que não podem ser esquecidas com nossa rotina. Organize-se para conviver com seus filhos e marido diariamente.
Kate se culpa por sempre estar viajando, passar pouco tempo em casa e por não acompanhar o crescimento do filho. Por sorte tem um marido que a ajuda em todas as tarefas domésticas e fica bastante com os pequenos.
O segredo neste momento é esquecer do trabalho quando estiver perto do marido ou das crianças. Tente ficar mais com sua família, mesmo que sua agenda profissional esteja lotada. Tem horas que a gente precisa simplesmente desligar o celular um pouco ou se afastar do email (não no meio de uma emergência, por favor!).
Nem sempre temos controle de todas as situações. Não se culpe por possível imprevistos. Eles acontecem a todo momento. Para não ficar chateada, lembre-se que você não é heroína, por mais que consiga realizar diversas tarefas ao mesmo tempo! Por isso, aprenda a pegar leve com você mesma – essa é a chave da felicidade!
E você, consegue fazer tudo sem drama?

Fonte:
http://financasfemininas.com.br

CINE DANI

Assistam se puderem é maravilhoso!!!

Ame-se!!!Motivacional!!!

DaniCaio / CaioDani

Minha foto

Filha, Esposa, Mãe e Mulher.
Danielle Cunha,
Eu sou uma pessoa muito visceral, tudo que eu faço,faço com extrema intensidade.
Meu viver é Cristo!Amo Moda,mas amo a minha moda!
Sou eu, Simplesmente Danielle

RESUMO DA SEMANA:clique na foto para ler na íntegra!